Lançamento do livro de ex-procurador se mostra retumbante fracasso


(Fotos: Marcelo Chello/Folhapress)

Da Folha de São Paulo

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot fez na noite desta segunda-feira (7) sua primeira aparição em evento após a polêmica envolvendo entrevistas que ele deu para divulgar seu livro, “Nada Menos que Tudo”.

Se há duas sele disse que entrou armado em 2017 no Supremo Tribunal Federal com a intenção de matar Gilmar Mendes – fala que provocou reações das classes politicas e jurídicas -, desta vez Janot ficou calado. “Hoje é só palavra escrita”, limitou-se a dizer.

O ex-PGR esteve na livraria da Vila, nos Jardins, bairro nobre da capital paulista, para autografar exemplares do livro de memórias  feito por ele em depoimento aos jornalistas Guilherme Evelin e Jailton Carvalho.

Apesar do baralho anterior ao lançamento da obra, poucas pessoas formaram uma fila para pegar a rubrica do ex-procurador, que vendeu apenas 43 dos 550 exemplares disponíveis na noite.

A maioria dos presentes era de jornalistas, seguranças e funcionários da editora Planeta, responsável pelo livro.


Janot chegou atrasado. A sessão de autógrafos foi marcada para às 19h, mas ele sentou-se na cadeira no fundo da livraria 21 minutos depois. Às 19h43 já não havia mais ninguém na fila. Depois, alguns leitores foram chegando a conta-gotas.

Não esteve presente nenhuma grande autoridade do judiciário ou mesmo do Ministério Público Federal, que ele comandou entre 2013 e 2017.   

Acompanhe o Blog da Chris pelo Instagram.

Comentários

Comentários:


**Atenção para maiúsculas e minúsculas



Últimas Postagens

27/Novembro/2019

Agência autoriza...


FALE COM A CHRIS

Telefone

84 99972 3344 (WhatsApp)

E-mail

contato@blogdachris.com

Localização

Mossoró, Rio Grande do Norte