PREVI Mossoró é alvo de investigação do MP

 

(Foto: acervo pessoal)

Segundo informações colhidas pelo blog, o Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Mossoró-PREVI, tem sido alvo de investigação, recebendo quase  diariamente pedidos de informações por parte do Ministério Público.  

São muitas as denúncias contra o órgão criado em 2012, na administração da então prefeita Fafá Rosado.       

Todas as denúncias envolvem procedimentos realizados na administração passada, vale frisar, tais como: contratos para assessoria jurídica feitos sem licitação, pagamentos de gratificações ilegais com nome de pró-labore (desculpe a ignorância, servidor público pode receber pró-labore?). Pois bem, no órgão existem funcionários recebendo gratificações de até 100% em cima do salário base com o nome de pró-labore; investimentos temerários em bancos privados; contratação de empresa terceirizada sem necessidade, servindo tão-somente como cabide de emprego de um então candidato a vereador da cidade, hoje, eleito, ligado a situação.

Nota da Chris:

Em sendo verdade as informações chegadas ao blog sobre o instituto de previdência de Mossoró (PREVI), parabenizamos o Ministério Público, que está cumprindo seu papel. O órgão já deveria ter passado por essa revista há muito tempo.

Como citei acima, não se trata de atos irregulares cometidos pela gestão do atual diretor-presidente, Elviro Rebouças, e sim pela gestão passada. Causa, contudo, estranheza, que a atual administração permaneça com algumas práticas da gestão anterior, como pagamentos de tais gratificações em cima de salários de alguns servidores, os quais continuam lá apesar da mudança de gestão.

Volto com outras informações.

Comentários

Comentários:


**Atenção para maiúsculas e minúsculas




FALE COM A CHRIS

Telefone

84 99972 3344 (WhatsApp)

E-mail

contato@blogdachris.com

Localização

Mossoró, Rio Grande do Norte